Qual é o tratamento para a dor ciática?

O que é a dor ciática?

Para o tratamento da dor ciática, a Osteopatia é uma  terapia muito eficaz, sobretudo ao nível da libertação miofascial, manipulação visceral e terapia Sacro-craniana.


É também conhecida como Ciatalgia, ou vulgarmente referida por Ciática. Trata-se de uma dor forte e incapacitante ao longo da perna, que tem origem na inflamação do nervo ciático. Pode provocar fortes dores, desde a região lombar até ao pé, impossibilitando, muitas das vezes, a mobilidade da pessoa (andar, levantar-se, estar sentada).


Dor ciática

Quais as causas desta patologia?

As causas podem variar, pelo que esta patologia pode ter diversas origens:

  • Problemas Musculares
  • Problemas Viscerais
  • Problemas Miofasciais
  • Disfunções Sacroilíacas
  • Alterações Posturais
  • Hérnias Discais

Como é tratada pela medicina convencional?

A medicina convencional geralmente trata a dor ciática com recurso à medicação baseada em analgésicos e anti-inflamatórios. Mas nem sempre esse tratamento tem bons resultados, pois esse medicamentos atual apenas sobre a dor e não sobre a causa do problema. O paciente que recorre à medicina convencional, frequentemente, queixa-se que, após algum tempo, a dor regressa. Além disso, a maioria dos exames médicos não detetam as verdadeiras causas do problema.

Assim, facilmente se conclui que os tratamentos convencionais não são uma forma eficaz de tratamento para este tipo de patologia.


Osteopatia como terapêutica eficaz no tratamento da dor ciática

O Osteopata procura identificar a causa da patologia para poder resolver o problema. Na consulta de Osteopatia, o terapeuta foca-se, fundamentalmente, no estudo da origem da dor e, posteriormente, no seu tratamento.

A dor ciática, resulta da tensão ao nível dos tecidos e nervo ciático que provoca dores e mal-estar a todos os níveis, sendo esta patologia um dos problemas mais comuns para as pessoas recorrem ao Osteopata.

Por exemplo, um deslocamento de uma fáscia pode originar compressões até 140 Kilos por centímetro quadrado. Consegue imaginar o que isso representa para a zona lombar e nervo ciático? É obvio que tamanha compressão se traduz numa enorme dor para o paciente, bem como pode provocar alterações nas vértebras, discos vertebrais, etc.

Acresce que essa alteração ao nível da fáscia é, muitas vezes, também responsável por dores de costas, assim como por outras complicações, como a Escoliose. Neste último caso, é uma das situações em que existe, frequentemente, alterações da fáscia. Importa ainda dizer que é preciso saber qual ou quais as razões para que a fáscia se altere.

Em resumo, o Osteopata identifica as verdadeiras causas por detrás da ciática, para que com a sua sensibilidade, conhecimento e experiência, possa utilizar a abordagem terapêutica adequada a aplicar no seu tratamento, por forma a que a dor desapareça de forma definitiva.